Deslizamento de terra mata 60 mineiros na República Democrática do Congo

Operários trabalhavam em uma pedreira a 100 metros de profundidade

Agência EFE,

16 de agosto de 2012 | 04h44

NAIRÓBI - Pelo menos 60 mineiros morreram, na última segunda-feira, 13, em razão de um deslizamento de terra ocorrido em uma pedreira situada em uma área remota do nordeste da República Democrática do Congo (RDC), informou a emissora congolesa "Radio Okapi", patrocinada pela ONU. A tragédia, na região de Pangoy, só foi divulgada agora.

 

Os mineiros trabalhavam em uma pedreira a cerca de 100 metros de profundidade quando aconteceu a tragédia. A zona é rica em minerais como ouro e columbita-tantalita, que é utilizada na fabricação de diversos dispositivos eletrônicos. Milhares de pessoas ganham a vida na República Democrática do Congo em minas artesanais que não contam com medidas de segurança apropriadas, pelo que estão expostas a acidentes com frequência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.