Deslizamento de terras deixa 16 mortos nas Filipinas

Maior parte das vítimas era formada por mineradores que extraíam ouro na zona; 20 estão desaparecidos

Efe,

19 de maio de 2009 | 02h07

Pelo menos 16 pessoas morreram, 20 estão desaparecidas e 19 ficaram feridas depois de um deslizamento de terras em uma região mineira do Vale de Compostela, em Mindanao, sul do país, informaram nesta terça-feira, 19, fontes oficiais.

 

O desmoronamento ocorreu nesta segunda-feira à tarde em uma região dominada pelo Novo Exército do Povo (NEP), o braço armado do ilegal Partido Comunista das Filipinas, circunstância que dificultou o acesso dos serviços de emergência ao local, piorado devido à instabilidade do terreno.

 

A maior parte das vítimas era formada por mineradores que extraíam ouro na zona, segundo o chefe policial da província, Ronald de la Rosa.

 

Os deslizamentos de terras são frequentes durante a época de chuvas em muitas províncias do arquipélago filipino devido à falta de controle das atividades mineiras e ao desmatamento das montanhas.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinasdeslizamento de terra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.