Deslizamento pode ter feito 200 mortos nas Filipinas

A Cruz Vermelha das Filipinas investiga a suposta morte de 200 pessoas e o desaparecimento de outras 1.500, vítimas de um deslizamento de terras ocorrido nesta sexta-feira em Saint Bernard, a cerca de 650 quilômetros ao sudeste de Manila. Pelo menos 500 casas foram soterradas. As intensas chuvas causaram a tragédia.O presidente da Cruz Vermelha das Filipinas, Richard Gordon, disse que a informação sobre as vítimas partiu de meios de comunicação locais, e que a entidade tenta confirmar a notícia.A porta-voz do governo da província de Leyte, região onde ocorreu o deslizamento, informou que por, enquanto, só foram confirmadas quatro mortes."É bastante difícil chegar ao local, por isso não conseguimos confirmar as informações que recebemos", acrescentou a fonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.