Deslizamentos deixam 81 mortos e desaparecidos na Indonésia

Deslizamentos provocados pela chuvadeixaram até 81 mortos e desaparecidos na quarta-feira naprovíncia de Java Central (Indonésia), segundo autoridades. Milhares de pessoas tiveram as casas destruídas ousoterradas e foram levadas para abrigos de emergência ou tendaspor causa dos deslizamentos, os piores em 25 anos na região,segundo as autoridades locais. Muitas estradas foram danificadas, isolando cidadesinteiras, aonde policiais e equipes de resgate tentam chegar. No final da tarde (manhã no Brasil), 36 corpos haviam sidoresgatados e outros 30 permaneciam soterrados no distrito deKarang Anyar, perto das margens do rio Bengawan Solo, segundoHeru, chefe da equipe local de emergências (muitos indonésios,como ele, usam um só nome). Há outros 14 desaparecidos nas localidades de Wonogori eSukoharjo, segundo autoridades regionais. As dificuldades deacesso e a falta de equipamentos pesados complicam asoperações, segundo autoridades. "É difícil que qualquer ajuda chegue à área, então asequipes locais são deixadas à própria sorte", disse Julianto,funcionário do governo provincial. "Os deslizamentos nos pegaram de surpresa. Esta é aprimeira vez nos últimos 25 anos que algo desta escala ocorreaqui em Java Central." Deslizamentos são frequentes na Indonésia, onde chuvastropicais podem rapidamente encharcar encostas de morros,fragilizados por causa da perda da cobertura vegetal --resultado de anos seguidos de desmatamentos. Mas Heru descartou qualquer influência do desmatamentosobre este caso específico. "A floresta na área é espessa",disse ele. A TV Metro mostrou casas arruinadas e moradores andando comágua até o pescoço. (Reportagem de Ahmad Pathoni e Adhityani Arga)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.