Deslizamentos matam 9 e deixam 10 sumidos no Sri Lanka

Mais de 60 mil pessoas foram retiradas de suas casas e 3 mil moradias destruídas em razão das enchentes e dos deslizamentos

O Estado de S. Paulo

26 de dezembro de 2014 | 15h40

Pelo menos nove pessoas morreram e dez estão desaparecidas após deslizamentos de terra provocados por fortes chuvas nas colinas centrais do Sri Lanka, informaram autoridades locais. Mais de 60 mil pessoas foram retiradas de suas casas e 3 mil moradias destruídas em razão das enchentes e dos deslizamentos que afetaram muitas partes da ilha do oceano Índico nos últimos quatro dias.

Nove pessoas morreram e duas ficaram feridas após deslizamentos ocorridos nesta sexta-feira no Distrito de Badulla, onde as casas foram encobertas pela lama, informou Udaya Kumara, funcionário do centro de gestão de desastres. Outras dez estão desaparecidas. As operações de resgate haviam sido temporariamente interrompidas em razão do risco de novos deslizamentos, afirmou ele. O clima já afetou as vidas de mais de 500 mil pessoas em todo o país.

O Departamento de Meteorologia advertiu que fortes chuvas, com raios e trovões, estão previstas para muitas partes do país e pediu aos moradores de áreas costeiras que fiquem alertas. Fortes chuvas já eram esperadas em partes do Sri Lanka em razão da estação das monções, mas mesmo regiões que não são afetadas pelo fenômeno estão registrando temporais.

Dezenas de pessoas morreram em outubro quando deslizamentos de terra soterraram casas de trabalhadores de lavouras de chá na região declinas, na área central do país. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.