Deslizamentos matam ao menos 14 pessoas no México

Equipes de resgate mexicanas suspenderam nesta sexta-feira a busca por vítimas de um deslizamento de terra que cobriu uma estrada no centro do México deixando 14 pessoas mortas. A ladeira veio abaixo na quinta-feira e cobriu um caminhão, uma caminhonete e vários ônibus que estavam na estrada do leste mexicano. Os veículos caíram em um lamaçal nas margens de um lago. Autoridades locais afirmaram que uma das vítimas era um mulher com uma mochila que levava várias mamadeiras, o que levou as equipes de busca a pensar que um bebê estava entre as vítimas. Mas na tarde desta sexta-feira, os soldados informaram não ter encontrado mais vítimas e suspenderam as buscas.O incidente ocorreu na estrada que liga Cidade do México a região de Tuxpan e deixou onze pessoas feridas, segundo Javier López Ayala, secretário do interior do Estado de Puebla, na noite da quinta-feira em uma entrevista coletiva transmitida pelas rádios mexicanas.López Ayala afirmou que no local do desabamento foram feitas obras com maquinaria pesada para retirar pedras que impediam deslizamento de terra, o que debilitou a ladeira que finalmente caiu. Esta região do país vem sendo atingida por intensas chuvas nas últimas semanas.Na cidade indígena de Chalchihuitillo, a 725 quilômetros da capital, os deslizamentos mataram 10 pessoas, a maioria crianças, e feriu três na noite da quarta-feira, segundo Serenia Moreno, porta-voz das autoridades locais.Cinco membros de uma família, um homem, sua esposa e três filhos com idades entre cinco e nove anos, morrem depois de uma grande quantidade de barro e pedras cair sobre a casa onde moravam. Cinco crianças, com idades entre cinco meses e sete anos, morreram em outras quatro casas. Serenia Moreno informou que as equipes de resgate buscam por novas vítimas já que o número de moradores do local, no estado de Durango, é desconhecido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.