Desmontada maior rede de pedofilia já encontrada na web

Segundo a Europol, cerca de 70 mil pessoas trocavam fotos e vídeos de crianças abusadas.

BBC Brasil, BBC

16 de março de 2011 | 11h06

Uma investigação policial desmontou a maior rede de pedofilia já descoberta na internet, com cerca de 70 mil integrantes e conexões em 30 países, informou nesta quarta-feira a Europol (agência de polícia da Europa).

Segundo o chefe da Europol, Rob Wainwright, 670 suspeitos foram identificados, dos quais pelo menos 170 foram detidos. Além disto, já foram identificadas 230 crianças que sofreram abusos pelos pedófilos.

Segundo Wainwright, os pedófilos se escondiam por trás de um fórum online operado legalmente na Holanda, por onde trocavam fotos e vídeos de crianças molestadas.

Os detetives envolvidos na investigação, de acordo com a Europol, se fizeram passar por pedófilos para se infiltrar na rede e coletar informações.

A operação policial, batizada de Operação Resgate, levou três anos para ser realizada. Entre os países onde foram encontrados suspeitos, estão Grã-Bretanha, Holanda, Austrália, Itália, Canadá e Tailândia.

A Europol prevê que o número de detidos vai aumentar, na medida em que mais integrantes da rede venham a ser descobertos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.