Desmoronamento de mina mata mais de 60 no Congo, diz governo

Pelo menos 60 mineiros foram mortos no desmoronamento de uma mina em uma parte remota no nordeste da República Democrática do Congo, onde a atuação de grupos armados complica os esforços de resgate, disseram autoridades do país nesta quinta-feira.

Reuters

16 de agosto de 2012 | 12h34

Os mineiros estavam escavando a área em busca de ouro em poços de até 100 metros de profundidade, na segunda-feira, quando ocorreu o acidente, na localidade de Mambasa, na Província Orientale, segundo o diretor provincial de Minas, Simon Pierre Bolombo.

Bolombo disse que o desmoronamento foi causado por um deslizamento de terra.

"Foi bem no fundo da floresta. Houve um deslizamento, pelo menos 60 pessoas morreram", disse Bolombo à Reuters por telefone, falando da cidade de Bunia, no nordeste do Congo.

O ministro das Minas do Congo, Martin Kabwelulu, afirmou à Reuters que os mineiros estavam trabalhando ilegalmente na área e os poços de escavação ficavam a uma profundidade maior do que o limite estabelecido em lei para mineração em pequena escala.

(Reportagem de Jonny Hogg)

Tudo o que sabemos sobre:
CONGOMINACOLAPSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.