Desnuclearização é mais importante que prazo, dizem EUA

Estados Unidos e Coréia do Sul afirmaram nesta quarta-feira, 11, que o avanço do processo de desnuclearização do regime de Pyongyang é mais importante que o cumprimento do prazo inicial, que termina neste sábado.A afirmação foi feita em Seul pelo negociador americano, Christopher Hill, e o ministro de Assuntos Exteriores sul-coreano, Song Min-soon, informou a agência sul-coreana Yonhap.Em comunicado, o Ministério da Unificação da Coréia do Sul expressou nesta quarta-feira que o negociador americano manifestou ao titular dessa pasta, Lee Jae-joung, que é mais importante manter vivo o processo do que cumprir o prazo de 60 dias dado em 13 de fevereiro a Pyongyang para fechar seu principal reator nuclear.O ministro de Exteriores sul-coreano diminuiu também a importância do cumprimento do prazo fixado, já que considerou que haverá um "atraso inevitável" causado por problemas técnicos, em função da demora para o desbloqueio dos fundos congelados em um banco de Macau.Song ressaltou, no entanto, que a Coréia do Norte deverá adotar as "medidas necessárias", pois Estados Unidos e Macau já fizeram tudo o que está a seu alcance.DesbloqueioO problema dos US$ 25 milhões depositados em contas norte-coreanas no Banco Delta Asia (BDA) em Macau foram solucionados nesta quarta-feira, 11, e a Coréia do Norte já tem acesso ao dinheiro.Este desbloqueio foi a condição exigida pela Coréia do Norte para iniciar sua desnuclearização.Em um acordo adotado em 13 de fevereiro, Pyongyang se comprometeu a fechar em 60 dias seu reator nuclear de Yongbyon em troca de ajudas energéticas internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.