Desorganização ameaça partido de premiê

Desorganização ameaça partido de premiê

As eleições regionais de hoje e amanhã serão um teste para o premiê Silvio Berlusconi, que busca renovar seu mandato por meio de uma grande vitória. As ambições dele, porém, podem ser ameaçadas pela falta de organização de seu partido, o Povo da Liberdade. A votação ocorre em 13 das 20 regiões do país, mas em Lazio, onde fica Roma, a legenda do premiê foi proibida de concorrer por não ter registrado a lista de seus candidatos no tempo estabelecido. Mesmo sem o apoio da lista para a assembleia da região, a candidata a governador Renata Polverini, ligada à legenda do premiê, continua concorrendo. Apesar do panorama desfavorável, a fraqueza da oposição pode ajudar o premiê. "Berlusconi tem se saído muito bem em vender seu governo como um "governo de ações e não de palavras", pintando a esquerda como uma coalizão de pessoas que só está interessada em fofoca e não consegue concordar em nada", disse Daniele Albertazzi, especialista em Itália da Universidade de Birmingham.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.