Destacada jornalista iraquiana é gravemente ferida em Bagdá

Uma destacada jornalista iraquiana ficou gravemente ferida hoje em Bagdá como conseqüência dos disparos de um grupo de homens armados, segundo fontes do Ministério iraquiano do Interior.Amal Al Mudarres, locutora da emissora governamental Rádio Bagdá e apresentadora de um programa de destaque, foi atacada quando saía de sua casa, num bairro do oeste da capital iraquiana.Amal foi levada a um hospital próximo depois do tiroteio. A locutora ocupava um lugar de destaque no país já na época do regime de Saddam Hussein.Jornalistas são alvo constante de ataques insurgentes. Segundo a ONG Repórteres Sem Fronteiras, 153 membros da imprensa morreram no Iraque desde o início da invasão, em março de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.