Destruído campo para treinar homens-bomba no Paquistão

Helicópteros militares destruíram neste sábado um campo para treinamento de homens-bomba no conflagrado vale do Swat, no norte do Paquistão, causando a morte de seis militantes do Taleban, informou o Exército paquistanês.

AE-AP, Agencia Estado

29 de agosto de 2009 | 10h08

O ataque, que deixou vários outros militantes feridos, foi lançado após o recebimento de informações sobre o campo de fontes de inteligência e moradores da região. O campo ficava numa pequena ilha do Rio Swat, no lado oposto da cidade de Charbagh.

"O local estava sendo usado como base para a preparação de homens-bomba", informou comunicado do Exército, acrescentando que os militantes tinham como alvo cidades do Swat, incluindo a principal delas, Mingora. Há cerca de uma semana, sete pessoas morreram em dois ataques suicidas na região.

Segundo o tenente coronel Akthar Abbas, mais seis militantes foram mortos em outras operações militares no Swat. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãohomem-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.