Detalhes da reunião do PC chinês só devem sair na 3ª

A terceira sessão plenária do 18º Comitê Central do Partido Comunista, que deve definir a agenda econômica do governo para os próximos anos, é cercada de grande sigilo. Até o momento, houve poucas informações oficiais sobre a reunião e uma declaração do Partido só deve ser feita amanhã, ao final do encontro.

LUCAS HIRATA, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES, Agência Estado

11 de novembro de 2013 | 10h50

Mesmo entre as agências estatais de notícias, apenas algumas linhas foram divulgadas indicando que a reunião teve início no sábado. Nem o local da reunião foi confirmado ainda e sabe-se apenas que a sessão está sendo realizada em Pequim. Contudo, as expectativas são grandes em relação à sinalização de possíveis reformas. Os agentes do mercado esperam que sejam abordados diversos temas administrativos e econômicos, que vão de questões ambientais até a organização fiscal do país.

Os indicadores econômicos divulgados no fim de semana acentuaram ainda mais as expectativas sobre um anúncio do Partido. A produção industrial cresceu 10,3% em outubro, em bases anuais, após subir 10,2% em setembro, e superou a expectativa de economistas de uma alta de 10,0%. De olho nestes dados positivos da economia chinesa, os agentes do mercado acreditam que a liderança do país terá espaço para efetuar algumas reformas importantes, sem colocar em risco o crescimento econômico.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaPCreunião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.