Deterioração pode ser causa de novo vazamento no Japão

A operadora da usina nuclear japonesa em Fukushima, a Tokyo Electric Power (Tepco), disse neste sábado que juntas deterioradas e uma possível deformação de um tanque podem ter causado o enorme vazamento de água contaminada detectado recentemente.

EQUIPE AE, Agência Estado

24 de agosto de 2013 | 12h41

Na segunda-feira foi identificado o vazamento de 300 toneladas do tanque. O vazamento pode ter começado quando os selos de borracha degeneraram, deixando de amortecer o movimento do tanque.

De acordo com a empresa, o tanque foi remontado depois de ter sido transferido de um local onde a sua fundação havia desabado parcialmente. A companhia disse ainda que o tanque passou por um teste de estanqueidade após ser remontado.

Segundo a empresa, a água vazada se infiltrou pela parte subterrânea, mas uma parcela pode ter escapado para o Pacífico.

A usina sofreu vários colapsos após forte terremoto e tsunami que atingiram o Japão em 2011. Água radioativa de outras partes da planta também vazaram para o oceano. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
usina nuclearjapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.