Detetive é preso por vazar dados de escândalo de jornal

Um dos detetives investigando o escândalo de grampos ilegais do tabloide News of the World foi preso, sob suspeita de vazar informações sobre a investigação, afirmou a polícia nesta sexta-feira. O detetive de 51 anos foi detido no trabalho, na quinta-feira, sob suspeita de "divulgação não autorizada de informação", segundo a polícia de Londres. Ele foi suspenso de suas funções.

AE, Agência Estado

19 de agosto de 2011 | 14h05

A polícia também anunciou que um homem de 35 anos foi detido mais cedo na quinta-feira, sob suspeita de interceptar mensagens de voz. O suspeito compareceu a uma delegacia da capital britânica e foi liberado após pagar fiança. Ele é o 14º detido pelos investigadores dos grampos ilegais e subornos supostamente realizados por funcionários do jornal do grupo do magnata Rupert Murdoch. O tabloide foi fechado após a eclosão de novidades sobre o escândalo, mais cedo neste ano.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
REINO UNIDOTABLOIDEINVESTIGAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.