Detido homem que vendia carne humana

A polícia chinesa prendeu um homem suspeito de assassinar várias pessoas, retalhar os corpos, negociar a carne como se fosse de "avestruz" e manter os olhos das vítimas em garrafas em sua casa. Zhang Yongming, de 56 anos, morador da Província de Yunnan, sudoeste da China, foi preso no fim de abril após uma investigação sobre o homicídio de um jovem de 19 anos. A polícia anunciou que teme novas descobertas macabras, após constatar que recentemente 17 pessoas desapareceram na região sem deixar rastros.

O Estado de S.Paulo

26 Maio 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.