Detido suposto membro das Brigadas Vermelhas

A polícia da Itália deteve hoje umasuposta ex-membro do grupo radical Brigadas Vermelhas depois de encontrar cerca de 100 quilos deexplosivos em um suposto esconderijo da organização. A suspeita, Diana Blefari Melazzi, alugava um sótãoperto da estação ferroviária de Termini, no centro de Roma, queteria sido usado pelas Brigadas, disseram fontes oficiais. Blefari Melazzi foi detida em uma operação realizadaantes do amanhecer em um povoado litorâneo cerca de 50 km aonorte de Roma, informaram autoridades da polícia romama àtelevisão estatal RAI. Na casa, os policiais encontraramdocumentos falsos e grande quantidade de dinheiro. As Brigadas Vermelhas ficaram conhecidas por seusataques contra alvos importantes nas décadas de 70 e 80. Essesataques foram rareando até que o grupo voltou ase responsabilizar, em 1999, pelo assassinato do assessorgovernamental para assuntos trabalhistas Massimo D´Antona e, em2002, pela morte de seu colega Marco Biagi. Em outubro, as autoridades detiveram nove pessoas e, nosábado, descobriram o suposto esconderijo. Segundo a polícia,ambas as operações representaram duros golpes para o grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.