Detidos 5 membros do grupo terrorista Abu Sayyaf nas Filipinas

Segundo o comandante da operação, detenção aconteceu no esconderijo dos rebeldes perto do povoado de Cabenggeng

Efe,

22 de junho de 2011 | 04h44

MANILA - O Exército filipino capturou cinco supostos membros do grupo terrorista islamita Abu Sayyaf, vinculado à Al Qaeda, na selva da ilha de Basilan, ao sul do arquipélago, indicaram fontes militares nesta quarta-feira, 22.

O coronel Alex Macario, comandante da equipe de operações especiais, disse que a detenção aconteceu no esconderijo dos terroristas perto do povoado de Cabenggeng.

Macario explicou que várias equipes do exército e da polícia local estão desdobradas na zona à procura do restante dos integrantes do grupo, que conseguiram fugir durante o assalto.

O exército filipino iniciou esta operação para tentar resgatar dois reféns, um deles um empresário filipino de origem chinesa sequestrado desde 16 de dezembro.

Os militares apreenderam uma espingarda M653 com visor, três rifles de assalto M-16, uma carabina, dois lança-granadas, munição e uniformes de combate.

Fundado em 1991 por alguns ex-combatentes da guerra do Afeganistão contra a União Soviética, a organização Abu Sayyaf quer estabelecer um Estado islâmico na região, dominada por sultanatos muçulmanos até a chegada dos colonizadores espanhóis.

O grupo assumiu a autoria de vários dos ataques mais sangrentos dos últimos 15 anos no arquipélago e um alto número de sequestros de locais e estrangeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.