Detidos 90 iraquianos suspeitos de pertencer a grupo terrorista

Noventa cidadãos iraquianos, suspeitos de pertencer à insurgência, foram capturados neste domingo a sudoeste de Bagdá por tropas conjuntas iraquianas e americanas, informaram fontes militares locais. "Esses suspeitos foram aprisionados por membros da Quarta Divisão do exército iraquiano com a colaboração das tropas amigas (norte-americanas) nas cidades de Al-Okaily e Ahmed Hamadi", confirmou um comunicado das forças armadas iraquianas. A nota, que acrescenta que as detenções foram feitas nas últimas 24 horas, indica que essas cidades estão situadas no denominado "triângulo da morte", onde são freqüentes os enfrentamentos entre as comunidades árabes sunitas e xiitas. Além disso, Okaily e Ahmed Hamadi estão localizadas perto da estrada que une Bagdá e a cidade de Hila, cerca de 100 quilômetros ao sul da capital. Centenas de supostos membros da insurgência, entre eles dezenas de cidadãos de países árabes, foram detidos no Iraque nos últimos três anos, após a derrubada do ex-presidente iraquiano Saddam Hussein.

Agencia Estado,

12 Março 2006 | 13h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.