Detidos em avião que teve que retornar para Amsterdã são indianos

Os 12 passageiros do avião americanoque foram detidos na quarta-feira depois que o avião teve queretornar para Amsterdã devido a um alerta não identificado são deorigem indiana, segundo confirmou nesta quinta-feira o Ministério de Exteriores daÍndia. O avião da Northwest Airlines voltou nesta quarta-feira ao aeroportoAmsterdam-Schiphol escoltado por dois caças F-16 por decisão docomandante, aparentemente devido ao comportamento estranho de algunsdos passageiros. Ao chegar no terminal, doze pessoas foram detidaspara ser interrogadas. Todos são indianos, com residência em Mumbai (sul da Índia), paraonde o avião se dirigia. O aparelho tinha feito escala em Amsterdãapós partir de Mineápolis, nos EUA. A Embaixada indiana na Holanda ofereceu assistência consular aosdetidos, enquanto ainda não se sabe que acusações poderiam serapresentadas contra eles, segundo o vice-ministro de Exteriores,Anand Sharma. "O Governo tem a missão de se reunir com essas pessoas e saber oque ocorreu", afirmou Sharma em entrevista coletiva. "Ainda temosque conhecer os detalhes. Todos são de Mumbai e têm residência emMumbai", afirmou. A companhia Northwest informou que o comandante pediu para voltardevido ao comportamento de alguns passageiros, mas não disse se aameaça tinha natureza terrorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.