Deutsche Bank vai cortar 2.400 vagas no mundo todo

O Deutsche Bank informou que vai cortar 2.400 funcionários como parte de seu plano de reestruturação. A comissão executiva do banco aprovou o provisionamento de cerca de 290 milhões de euros (US$ 255,2 milhões) em reservas no quarto trimestre deste ano para as medidas de redução de custos, que vão afetar as duas principais unidades do banco, o banco de investimento e corporate (grandes clientes) e o asset management (administração de ativos de terceiros) e private. O banco informou que 900 vagas serão eliminadas nos EUA, 350 no Reino Unido, 250 na Ásia e 900 no continente europeu. Os cortes anunciados hoje vão envolver uma redução de 2.100 vagas na unidade de banco de investimentos, para a qual foi feita uma reservaa de 210 milhões de euros. Estes cortes se somam à redução de 7.100 empregos anunciada no início deste ano, segundo o Deutsche. As unidades de asset management e private sofrerão cortes de cerca de 300 empregos, mas estes cortes estão incluídos na redução de 7.100 anunciada anteriormente, disse o banco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.