Dez americanos morrem no Iraque; são 28 só em dezembro

Dez soldados americanos morreram em quatro incidentes no Iraque nesta quarta-feira, informou o comando militar dos Estados Unidos. Com essas baixas, chega a 28 o número de militares assasinados em serviço no mês de dezembro. Segundo o porta-voz tenente-coronel Christopher Garver, das vítimas foram mortas por bombas colocadas em estradas e em combate.A informação vem à tona num momento crítico para as políticas da administração do presidente George W. Bush para o Iraque. Nesta quarta-feira, um relatório preparado por uma comissão bipartidária classificou essas políticas como falhas e recomendou uma mudança de curso radical no país árabe. Garver confirmou a morte dos militares mas não deu detalhes sobre as circunstâncias. "Nossos pensamentos e orações vão para aquelas famílias que perderam seus entes queridos", disse o tenente-coronel em uma nota entregue à imprensa.Mais cedo nesta quarta-feira, o comandante dos Estados Unidos havia informado a morte de outro soldado em um combate em Bagdá no domingo.Só nesses seis primeiros dias de dezembro, 28 soldados americanos foram mortos, superando os 27 assassinados no mesmo período de outubro - o quarto mês mais sangrento para as forças dos Estados Unidos desde o início da guerra, em 2003. Segundo uma contagem da Associated Press, ao menos 2.917 militares americanos morreram no Iraque desde a invasão americana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.