Dez crianças são esfaqueadas na Coréia do Sul

Um homem invadiu o refeitório de uma escola, em Seul, e esfaqueou dez crianças do jardim de infância nesta quarta-feira. Três estão em estado grave, pois sofreram ferimentos na cabeça e no pescoço. As outras sete crianças sofreram ferimentos leves. As vítimas têm entre quatro e sete anos de idade. Segundo a polícia sulcoreana, o homem, de 53 anos, identificado apenas como Hwang, disse que ouviu vozes dizendo que seria morto, caso não matasse outras pessoas. Ele foi preso trinta minutos após o início das agressões. Cerca de 45 crianças e três adultos almoçavam no momento do ataque na igreja Neungdong.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.