Dez generais morrem em acidente aéreo na Nigéria

As autoridades da Nigéria confirmaram nesta segunda-feira que doze militares, dez deles generais, morreram no acidente aéreo ocorrido neste domingo.O avião da Força Aérea era um Dornier 228 que viajava entre a capital nigeriana, Abuja, e a província de Cross River (sudeste), onde altos comandantes das Forças Armadas participariam de uma conferência.A porta-voz presidencial, Remi Oyo, informou que oito generais de divisão e dois generais de brigada estão entre os 12 mortos, enquanto outras seis pessoas que viajavam na aeronave conseguiram sobreviver.Oyo acrescentou que o aparelho se chocou com uma colina perto do povoado de Obudu, na província de Cross River.O presidente nigeriano, Olusegun Obasanjo, decidiu interromper uma viagem que realizava pela Ásia e pelos Estados Unidos ao ser informado do acidente.Obasanjo estava em Cingapura, onde participaria da reunião do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional. O presidente decidiu retornar à Nigéria e cancelou a viagem que faria aos Estados Unidos, onde participaria da Assembléia Geral da ONU, que será realizada em Nova York. Obasanjo decretou três dias de luto.O Dornier 228 é um avião alemão com capacidade para 19 passageiros e dois tripulantes. Este é o pior acidente envolvendo um avião militar desde a queda de um Hércules C-130 em Ejigbo, em 1992, quando 163 oficiais morreram.Mais de 200 pessoas morreram no ano passado na Nigéria em acidentes aéreos, o que levou o governo a reforçar as medidas de segurança no transporte aéreo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.