Dez mortos em atentado suicida no noroeste do Paquistão

Ataque suicida com veículo carregado de explosivos foi contra delegacia de polícia na cidade de Kodat

Efe,

15 de outubro de 2009 | 03h46

Pelo menos dez pessoas morreram e 20 ficaram feridas, entre elas várias crianças, em um ataque suicida contra uma delegacia no noroeste do Paquistão, segundo informaram fontes oficiais.

 

O atentado aconteceu na cidade de Kohat, na Província da Fronteira Noroeste, quando um suicida jogou um veículo carregado de explosivos contra a delegacia policial da zona de Saddar.

 

"Há estudantes de uma escola próxima entre os mortos", disse uma fonte policial citada pela rede paquistanesa Dawn. Segundo testemunhas citadas pelo canal Geo TV, a explosão foi de grande intensidade e danificou bastante o edifício.

 

Os feridos foram já transferidos a vários hospitais próximos e a polícia isolou a zona para que as equipes de investigação possam determinar as circunstâncias do ataque.

 

Os insurgentes talebans empreenderam nos últimos dez dias uma onda de ataques suicidas e chegaram a atacar, no fim de semana, o quartel general do Exército na cidade de Rawalpindi, onde mantiveram vários reféns durante algumas horas. Eles ameaçaram continuar com seus ataques se o Exército iniciar uma ofensiva na região tribal do Waziristão do Sul (noroeste do país), o principal domínio taleban do Paquistão.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoexplosãotalebansuicida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.