Dez palestinos morrem em incursão israelense em Gaza

Pelos menos dez palestinos morreram em confrontos com o Exército israelense no campo de refugiados de Bureij, na Faixa de Gaza, na manhã desta sexta-feira, informaram fontes hospitalares palestinas. Os palestinos foram abatidos pelos disparos de dezenas de tanques e helicópteros que entraram no campo atirando contra os palestinos, que revidaram. Além das vítimas, outros 20 palestinos ficaram feridos, cinco deles em estado grave. Ahmad Rabah, diretor do hospital do campo de refugiados de Deir el Ballah, próximo a Bureij, disse que quatro dos mortos são de uma mesma família, que também teve sua casa demolida pelas tropas israelenses. Entre os mortos, há uma mulher e uma menina de 11 anos, disseram os médicos. Cerca de 25 mil pessoas vivem em Bureij. Autoridade Nacional Palestina (ANP) classificou de "matança" a morte das nove pessoas. "É uma nova matança contra pessoas desarmadas", disse Nabil Abu Rudaina, assessor do presidente palestino, Yasser Arafat, após saber o saldo da incursão israelense. Segundo os palestinos, os mortos são todos civis. As tropas deixaram o local três horas após o início da ação.

Agencia Estado,

06 Dezembro 2002 | 01h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.