EFE
EFE

Dez policiais ficam feridos em tentativa de fuga de imigrantes em Madri

Grupo de imigrantes irregulares tentou fugir de centro de detenção, mas foi impedido pela Polícia

O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2018 | 07h47

MADRI - Dez policiais ficaram feridos na tentativa de conter uma fuga de imigrantes no Centro de Internamento de Estrangeiros (CIE), no bairro de Aluche, em Madri, na noite de sexta-feira (19). Dois dos agentes tiveram fraturas mais graves no confronto e foram levados ao hospital. Ninguém conseguiu fugir.

“Foram dez os policias feridos, dos quais dois tiveram que ser levados ao hospital, um com uma ferida na cabeça e outro com fratura na mão”, disse um porta-voz da polícia madrilena.

Os guardas precisaram acionar unidades especializadas para conter os imigrantes, que agrediram os policias na tentativa de deixar o CIE. O centro tem capacidade para cerca de 300 pessoas.

Este é o incidente mais recente registrado em uma das sete dependências do governo onde são reclusos anualmente milhares de imigrantes sem documentos à espera de deportação, e que foram cenários de tentativas de fugas, motins e greves. Em agosto, 13 estrangeiros de origem argelina conseguiram escapar de Aluche.

A CIE é frequentemente alvo de críticas das ONGs que denunciam retenções arbitrárias, maltrato físico ou falta de acesso adequado a tratamentos médicos para estrangeiros.  

Segundo dados da Organização Internacional para Migrações (OIM), a Espanha tornou-se neste ano o principal receptor europeu de imigrantes irregulares, com quase 47.500 pessoas chegadas até outubro. Em 2017, foram pouco mais de 28 mil imigrantes irregulares. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.