Dez rebeldes iraquianos e soldado dos EUA morrem em Bagdá

Autoridades iraquianas mantêm o toque de recolher decretado há dois dias

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h05

Pelo menos 10 supostos insurgentes morreram em operações militares em várias áreas xiitas no sul de Bagdá nos últimos dois dias. O Exército dos Estados Unidos também admitiu nesta sexta-feira, 15, a morte de um soldado americano. A fonte, que não esclareceu os detalhes das operações, limitou-se a explicar que as ações foram desenvolvidas por uma brigada de combate entre 13 e 14 de junho. Em outra nota, o comando militar americano informou que um de seus soldados morreu na quinta-feira devido aos ferimentos sofridos numa operação militar contra grupos da insurgência na província de Diyala, no nordeste de Bagdá. As autoridades iraquianas mantêm o toque de recolher decretado há dois dias na capital, depois do atentado ao mausoléu xiita na cidade de Samarra, 100 quilômetros ao norte, onde também vigoram as medidas de emergência.

Mais conteúdo sobre:
Bagdá Iraque morte de soldados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.