Danish Siddiqui/Reuters
Danish Siddiqui/Reuters

Dezoito morrem em tumulto durante funeral de líder espiritual na Índia

Fiéis se amontoaram em frente a edifício onde é velado corpo de Syedna Mohammed Burhanuddin

Efe,

18 de janeiro de 2014 | 08h18

NOVA DÉLHI - Pelo menos 18 pessoas morreram pisoteadas na madrugada deste sábado durante o funeral de um líder espiritual muçulmano em Bombaim, no oeste da Índia, informaram fontes oficiais.

O incidente aconteceu depois que milhares de fiéis se amontoaram em frente ao edifício onde é velado o corpo de Syedna Mohammed Burhanuddin. A cerimônia foi organizada para que seus seguidores pudessem prestar suas últimas homenagens. A maioria das mortes ocorreu por asfixia, após as pessoas terem sido empurradas e esmagadas por outros presentes no velório.

Líder espiritual de uma popular comunidade islâmica de Bombaim, Syedna Mohammed Burhanuddin morreu na sexta-feira aos 102 anos.

Incidentes como esse são frequentes na Índia, principalmente durante celebrações religiosas, que reúnem multidões. Mais de 100 pessoas morreram pisoteadas em outubro do ano passado durante um festival em homenagem à deusa hindu Durga no estado central de Madhya Pradesh, o incidente mais grave desse tipo registrado nos últimos meses no país.

Tudo o que sabemos sobre:
Syedna Mohammed BurhanuddinÍndia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.