Diálogo com Farc avança, diz senadora

Mediadora não dá detalhes, mas fala em ?progresso significativo?

AFP e Efe, Caracas, O Estadao de S.Paulo

27 de outubro de 2007 | 00h00

A senadora colombiana e mediadora de um acordo entre governo e guerrilha, Piedad Córdoba, anunciou ontem que as negociações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) registraram avanços "importantes". Entretanto, Piedad não deu mais detalhes sobre o tema. "Estamos chegando a um ponto em que o que pensávamos que não iria acontecer está acontecendo", afirmou durante entrevista em Caracas, na Venezuela. Piedad atua como mediadora entre o governo colombiano e as Farc, ao lado do presidente da Venezuela, Hugo Chávez."Acredito que o trabalho que estamos fazendo, sem presa, mas também sem interrupções, não busca especulações nem ações espetaculares." A senadora ainda disse que ela e Chávez acreditam que a concretização do acordo com a guerrilha abrirá uma "janela para um acordo de paz" que poderá pôr fim ao conflito armado na Colômbia. Na segunda-feira, Piedad viaja para os EUA, onde se reunirá com funcionários do Departamento de Estado e congressistas para discutir o acordo humanitário.As Farc mantêm sob seu poder um grupo de 46 reféns políticos que pretendem trocar por 500 guerrilheiros presos. No entanto, a guerrilha exige que o governo desmilitarize uma área do país para fazer a negociação. O presidente colombiano, Álvaro Uribe, opõe-se a essa exigência e afirma que não cederá nessa questão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.