Diálogo entre Coreias dura apenas 22 minutos

As Coreias do Norte e Sul encerraram rapidamente as negociações nesta terça-feira a respeito de um parque industrial conjunto, depois que autoridades passaram boa parte do dia em um impasse sobre procedimentos, atrasando por 11 horas o início do diálogo.

AE-AP, Agencia Estado

21 de abril de 2009 | 11h45

O encontro durou apenas 22 minutos e aconteceu em meio ao aumento das tensões na península coreana por causa da condenação internacional ao lançamento de um foguete pela Coreia do Norte, em 5 de abril, e da decisão do país de retomar o programa nuclear e sair das negociações sobre desarmamento.

O porta-voz do Ministério da Unificação Lee Jong-joo disse que as negociações começaram na noite de terça-feira (horário local) no complexo industrial Kaesong, na fronteira com a Coreia do Norte, após horas de disputas sobre como deveriam ser conduzidas. Lee não deu detalhes sobre o conteúdo do encontro.

A reunião desta terça-feira é o primeiro diálogo entre governos dos dois lados desde que o presidente conservador sul-coreano, Lee Myung-bak, assumiu em fevereiro do ano passado com uma promessa de ser duro sobre as ambições nucleares da Coreia do Norte.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreiasdiálogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.