Diálogo entre Olmert e Abbas poderá ocorrer em duas semanas

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, poderão se reunir em um prazo de duas semanas para discutir o conflito na região. Segundo fontes palestinas em Petra, o encontro provavelmente será na Jordânia ou no Egito. Abbas disse à imprensa em Amã que várias "equipes conjuntas técnicas" de israelenses e palestinos se reunirão na próxima semana para preparar esse encontro, sem informar sobre datas concretas. Segundo o presidente da ANP, a data de sua reunião com Olmert "será decidida à luz dos resultados que saírem dos contatos desses painéis técnicos". Abbas e Olmert se viram hoje em Petra, por ocasião de um fórum que reuniu vários prêmios Nobel, durante um café da manhã "informal", organizado pelo rei Abdullah II da Jordânia. Eles ainda não se reuniram oficialmente desde as últimas mudanças de governo, tanto em Israel como nos territórios palestinos. Por enquanto, os palestinos parecem mais interessados em iniciar oficialmente as conversas, enquanto Israel não deu mostras de urgência, e lançou várias mensagens de que Abbas primeiro deve esclarecer suas relações com o governo do Hamas. Na reunião de hoje, o rei jordaniano reiterou a seusinterlocutores a necessidade de "construir uma atmosfera de confiança", de "evitar a escalada militar" e se ater ao Mapa do Caminho como "única fórmula realista para chegar a um acordo sobre um Estado palestino independente e viável, que viva em paz com Israel".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.