Diálogo sobre Coréia do Norte será retomado, diz ministro

O ministro de Assuntos Exteriores do Japão, Taro Aso, afirmou neste domingo que a Coréia do Norte propôs que o diálogo multilateral sobre seu programa de armas nucleares seja retomado no próximo dia 8. A retomada das negociações depende, agora, dos Estados Unidos, informou a agência japonesa Kyodo.De acordo com o chefe da diplomacia japonesa, Pequim se esforçará para convencer Pyongyang a "conseguir conquistas concretas" na próxima reunião de seis lados, da qual também participam Seul e Moscou.As declarações ocorrem depois de o negociador norte-coreano nas conversas multilaterais, Kim Kye-gwan, ter assegurado que os EUA mostraram uma mudança "positiva" a respeito do programa nuclear norte-coreano.Como condição prévia para voltar a negociar a questão nuclear, a Coréia do Norte exige que os norte-americanos suspendam o congelamento de fundos norte-coreanos no Banco Delta Asia, em Macau.A última rodada de conversas entre os seis países ocorreu em dezembro, em Pequim, sem que se chegasse a um acordo nem mesmo sobre a data de uma próxima reunião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.