Diário da guerra de Obama: no Afeganistão com o Exército

Correspondente do 'Estado' acompanha a nova estratégia da guerra; acompanhe a cobertura pelo blog

16 de julho de 2009 | 09h12

   

Foto: Reuters

 

SÃO PAULO - Depois de oito anos de batalhas no Afeganistão, os Estados Unidos ainda estão bem longe de vencer esta guerra. O Taleban recuperou suas forças e ameaça espalhar o caos durante as eleições no país, em 20 de agosto. Líderes da Al-Qaeda e Osama bin Laden continuam à solta.

 

Veja também:

blog Blog: Patrícia Campos Mello narra a viagem ao país

especial Especial: 30 anos de violência e caos no Afeganistão 

especial Dossiê Estado: Afeganistão se converte na guerra de Obama

 

O governo Obama está lançando uma ofensiva contra o Taleban, na esperança de virar o jogo nos próximos 12 meses. A reportagem do Estado vai passar 20 dias com os soldados americanos no sudeste do Afeganistão, a 15 quilômetros da turbulenta fronteira com o Paquistão, acompanhando a nova estratégia americana. Acompanhe a viagem pelo blog da correspondente Patrícia Campos Mello.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.