Digitais ligam advogado americano aos atentados de Madri

As impressões digitais de um advogado americano, preso no Estado do Oregon, foram encontradas em uma sacola contendo detonadores semelhantes aos usados nos atentados de 11 de março contra trens da capital espanhola, informa o governo da Espanha. A sacola plástica de compras foi achada dentro de uma van roubada, abandonada nas proximidades da estação de trem da qual partiram três dos quatro autores do atentado, disse um representante do Ministério do Interior, sob condição de anonimidade. Brandon Mayfield, um advogado de 37 anos ex-oficial do Exército americano que se converteu ao islamismo, foi detido ontem pelo FBI. Sua casa foi revistada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.