Roberto Stuckert Filho
Roberto Stuckert Filho

Dilma chega a NY, onde abrirá reunião da ONU

Presidente aproveitou dia livre para ir ao Metropolitan Museum, caminhou e preparou discursos. Amanhã se reúne com Barack Obama

Gustavo Chacra CORRESPONDENTE / NOVA YORK e Lisandra Paraguassu ENVIADA ESPECIAL / NOVA YORK, O Estado de S.Paulo

19 Setembro 2011 | 00h00

A presidente Dilma Rousseff chegou ontem pela manhã a Nova York, onde na quarta-feira abrirá a Assembleia-Geral da ONU defendendo o reconhecimento do Estado Palestino como membro pleno da organização.

Ontem, a presidente visitou o Metropolitan Museum e almoçou acompanhada de alguns de seus ministros e da filha Paula antes de retornar ao hotel para preparar os seis discursos que fará nesta semana em Nova York.

Na saída do museu, alguns brasileiros a saudaram e pediram para tirar fotos. A cerca de dez quadras do Metropolitan, parou para almoçar no Café Boulud, do chef Daniel Boulud, um dos mais conceituados de Nova York. Estava acompanhada da filha Paula, dos ministros Antonio Patriota, Fernando Pimentel e Helena Chagas e de assessores. Comeu salmão defumado e voltou em um carro oficial ao Hotel Waldorf Astoria, onde também ficará hospedado o presidente Barack Obama.

Depois de uma reunião sobre doenças crônicas não transmissíveis nas Nações Unidas na manhã de hoje, Dilma participa de um colóquio sobre mulheres na política. Amanhã se reunirá com Obama e, na quarta, a presidente será a primeira mulher a abrir os debates na Assembleia-Geral da ONU.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.