Dilma convida Chávez para cúpula

A presidente Dilma Rousseff reiterou na quinta-feira ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, o convite para ele comparecer à cúpula do Mercosul, marcada para o dia 31. Na conversa, a presidente informou a Chávez que a reunião não será mais realizada no Rio de Janeiro, mas em Brasília.

TÂNIA MONTEIRO , BRASÍLIA , O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2012 | 03h04

Na cúpula será selada a entrada da Venezuela no bloco, depois de a decisão ter sido tomada na reunião do Mercosul ocorrida em Mendoza, na Argentina. Na mesma ocasião, os membros do bloco decidiram suspender o Paraguai em razão do rápido processo de impeachment imposto ao ex-presidente Fernando Lugo.

No entanto, a decisão política de incluir a Venezuela no Mercosul, durante a campanha eleitoral em que Hugo Chávez tenta a reeleição, ainda pode esbarrar em questões técnicas e econômicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.