Dilma e Merkel conversam sobre ações contra crise

Durante encontro bilateral realizado na tarde de sábado em Santiago, a presidente brasileira, Dilma Rousseff, e a chanceler alemã, Angela Merkel, fizeram uma avaliação "otimista" da situação da economia da Europa. Na conversa, Merkel disse a Dilma que "o pior já passou", mas reconheceu que é preciso que todos continuem "muito atentos" e "não descuidem" porque o índice de desemprego entre os jovens ainda está muito elevado. A líder alemã também disse à presidente Dilma que considera o Brasil um país onde existem grandes oportunidades de investimentos, destacando as iniciativas que estão sendo criadas na área de infraestrutura, com as concessões de portos, aeroportos e rodovias. Dilma comentou a necessidade de os países atuarem conjuntamente para enfrentar a crise e falou de outras frentes que estão sendo abertas no Brasil. A presidente brasileira cancelou a participação no restante da cúpula e viajou para Santa Maria, no RS, após saber do incêndio que deixou 233 vítimas (mais informações no Caderno Metrópole). / TÂNIA MONTEIRO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.