Dilma envia mensagem de solidariedade ao Chile

A presidente Dilma Rousseff manifestou, via Twitter, sua solidariedade ao Chile e às vítimas do terremoto que atingiu a região norte do país na noite de ontem. Em um curto comunicado, Dilma colocou o governo brasileiro "à disposição para ajudar nossos irmãos chilenos no que for possível".

JOSÉ ROBERTO CASTRO, Agência Estado

02 de abril de 2014 | 08h29

Segundo o Centro Sismológico Nacional, o terremoto teve a magnitude de 8,2 na Escala Richter, de acordo com a medição do Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). O sismo foi registrado por volta das 20h46 de ontem, com epicentro a 89km ao sudoeste de Cuya. O tremor também foi sentido no Peru e na Bolívia. Na costa chilena foram registradas ondas de até 2 metros de altura.

Tudo o que sabemos sobre:
DILMASOLIDARIEDADECHILE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.