Dinamarca está na rota do terror

Especialistas em terrorismo disseram ontem que a prisão de oito muçulmanos suspeitos de ligação com a Al-Qaeda, na terça-feira, em Copenhague, poderia ser um sinal de que a organização terrorista planeja algum ataque em território dinamarquês. "É a primeira vez que a polícia da Dinamarca reconhece que os suspeitos têm contato direto com uma rede internacional terrorista", disse Jakob Feldt, professor da Universidade do Sul da Dinamarca. "Foi o mais próximo que ficamos de um ataque terrorista." Para o sueco Magnus Ranstorp, especialista em terrorismo da Escola Nacional de Defesa da Suécia, a Dinamarca entrou de vez na mira dos terroristas por várias razões. "A principal delas é a participação na Guerra do Iraque." Os jovens detidos têm idades entre 19 e 29 anos. Dois deles permanecerão presos por mais 27 dias e serão acusados de planejar ataques terroristas no país. Embora a polícia não tenha divulgado suas identidades, a imprensa local disse que se tratavam de um motorista de táxi de origem paquistanesa e um pintor afegão, ambos de 21 anos. Os outros seis jovens foram libertados, mas não escaparão, segundo a polícia, de processos criminais. Apesar de não ter revelado o alvo dos atentados, o jornal ?Ekstrabladet? afirmou, citando fontes que estariam trabalhando nas investigações, que um dos ataques seria contra a estação de trem de Norreport, que recebe cerca de 300 mil passageiros por dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.