Dinheiro digital ganha espaço

A adoção de moedas digitais é vista como caminho inevitável em uma sociedade que realiza cada vez mais tarefas no computador e no celular.

O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2014 | 02h04

No começo de agosto, um grupo de notáveis da tecnologia anunciou a criação de um protocolo descentralizado para transações e transferências entre moedas virtuais ou não. Batizada de Stellar, a iniciativa é uma tentativa de organizar o crescente cenário do dinheiro digital. A Stellar também será uma moeda virtual.

Entre as moedas digitais já disponíveis no mercado, a mais conhecida é o Bitcoin. Recentemente, passou a ser aceita no site de leilões eBay e pela fabricante de computadores Dell.

Já o Litecoin, lançado em 2011, propõe melhorar pontos do Bitcoin, entre eles sua escassez. Seus criadores prometem colocar em circulação quatro vezes mais unidades de sua moeda, totalizando 84 milhões de litecoins. / CAMILO ROCHA, DO CADERNO LINK

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.