Dinheiro norte-coreano pode ser devolvido via Hong Kong

s autoridades de Washington e Pequim chegaram a um acordo com o Banco Delta Asia (BDA), de Macau, para entregar o dinheiro das contas que Pyongyang tem nesta instituição por meio de um banco de Hong Kong, segundo a edição desta sexta-feira, 6, do jornal sul-coreano JoongAng Ilbo.O envio dos US$ 25 milhões do regime norte-coreano, depositados no BDA e congelados durante 19 meses pelos Estados Unidos, tem o objetivo de desbloquear o processo do fim do programa nuclear norte-coreano, de acordo com o jornal.Os depósitos foram congelados a pedido do Tesouro dos EUA à Autoridade Monetária de Macau, em meio a uma investigação do BDA por suposta colaboração com a Coréia do Norte em atividades ilícitas, como lavagem e falsificação de dinheiro.Embora os fundos tenham sido descongelados em 19 de março, continuam sem serem transferidos devido a "problemas técnicos". A Coréia do Norte insiste em que não iniciará o processo de desnuclearização até que a transferência seja completada.A liberação dos depósitos do regime de Kim Jong-il foi autorizada depois de a Coréia do Norte concordar, em 13 de fevereiro, com o fechamento, num prazo de 60 dias, de seu reator nuclear de Yongbyon em troca da ajuda energética procedente de Coréia do Sul, EUA, China, Japão e Rússia, os países que participam das reuniõesmultilaterais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.