Diocese alemã confirma investigação de casos de abuso

A diocese católica de Regensburg, na Alemanha, investigará as denúncias de abusos físicos e sexuais contra meninos do famoso coro de Domspatzen, antes dirigido pelo irmão do papa Bento XVI, o sacerdote Georg Ratzinger, entre 1964 e 1994. A investigação foi confirmada hoje pelo porta-voz da diocese, Jacob Schoetz .

AE-AP, Agencia Estado

10 de março de 2010 | 13h23

Segundo ele, a investigação estará a cargo de um advogado independente, a ser designado nas próximas horas. Segundo ele, serão investigadas exaustivamente as denúncias. A Conferência Episcopal Alemã informou que investigará todas as denúncias de abuso no país. Mais de 170 ex-alunos de escolas católicas disseram ter sofrido abusos sexuais durante décadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.