Associated Press
Associated Press

Diplomata búlgara é a nova diretora-geral da Unesco

Irina Bokova derrotou o candidato egípcio Faruk Hosni e assume o cargo em dezembro

22 de setembro de 2009 | 15h21

O Conselho Executivo da Unesco elegeu nesta terça-feira, 22, a diplomata búlgara Irina Bokova para o cargo de diretora-geral do órgão, conforme ficou decidido na quinta e última rodada de votações em Paris, segundo a agência de notícias AFP.

 

Irina, embaixadora da Bulgária na França, derrotou o ministro da Cultura egípcio, Faruk Hosni. A búlgara teve 31 votos e Hosni recebeu 27 indicações. O candidato foi duramente criticado e acusado de antissemitismo por afirmar anteriormente que queimaria pessoalmente livros judaicos.

 

O resultado põe fim ao suspense vivido pelo Conselho na quinta-feira passada, quando foi realizada a primeira rodada de votações com nove candidatos, entre os quais estava a equatoriana Ivonne Baki, embaixadora de seu país nos EUA.

 

Irina, que será a primeira mulher assumir o cargo no órgão, substituirá o japonês Koichiro Matsuura a partir de dezembro. A búlgara só será confirmada no cargo, porém, se na Conferência Geral da Unesco, que ocorre de 6 a 23 de outubro, for aprovada sua escolha.

Tudo o que sabemos sobre:
UnescoHosni FarukFarukIrina BokovaONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.