Diplomata búlgara é nova secretária-geral da Unesco

A Unesco informou que uma diplomata de carreira da Bulgária venceu o controverso candidato egípcio para a secretaria-geral da Agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para Cultura e Educação.

AE-AP, Agencia Estado

22 de setembro de 2009 | 16h56

A embaixadora búlgara na França, Irina Bokova, foi eleita em votação secreta.

Segundo o escritório de imprensa da Unesco, Bokova venceu a disputa nesta terça-feira por 31 votos a 27, na quinta rodada da escolha.

O ministro da Cultura egípcio, Farouk Hosny, era considerado favorito, apesar de ter ameaçado, no ano passado, queimar livros israelenses e os registros de censura cultural durante seu mandato no ministério. Hosny desculpou-se pelo comentário feito sobre a queima de livros, mas ativistas judeus argumentaram que ele não poderia ser o guardião da cultura da ONU.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.