Diplomata diz que Castro não aparecerá em público no aniversário

O presidente de Cuba, Fidel Castro, passará seu 80º aniversário, neste domingo, "em repouso" e sem aparecer em público, disse o encarregado de negócios cubano na Nicarágua, Manuel Guillot.Embora esteja "muito bem de saúde" e "muito forte" após a operação a que foi submetido no final de julho devido a uma crise intestinal, o governante não aparecerá em público, explicou o diplomata cubano após participar do XXVI aniversário de constituição da Força Naval da Nicarágua.Guillot acrescentou que o líder cubano, que o 31 de julho delegou provisoriamente o poder, pela primeira vez em 47 anos, a seu irmão Raúl, passará seu aniversário em repouso ao lado de parentes.O encarregado de negócios cubano afirmou que Castro "vai ser visto em breve", presidindo a Cúpula de Países Não-Alinhados, que ocorrerá em Havana, nos dias 15 e 16 de setembro.Guillot indicou que Castro retomará o poder em breve, após recuperar-se da operação."Ele aceitou a recomendação dos médicos de ficar em repouso, mas está muito bem de saúde, muito forte, e embora tenho sofrido uma operação complicada, estará de volta à Presidência da República", afirmou.Guillot também se referiu à ausência pública de Raúl Castro, desde que assumiu o poder em Cuba de forma provisória."Raúl se caracteriza por sua modéstia, sua singeleza. Ele despacha como presidente da república interinamente, mas com a modéstia e singeleza que o caracteriza desde 1959", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.