Diplomata saudita morre em ataque do Taleban a consulado em Karachi

Militantes armados do Taleban paquistanês mataram ontem um diplomata saudita em Karachi, a maior cidade do país. O ataque é o segundo contra a missão diplomática saudita desde o aumento da tensão na região após a morte de Osama bin Laden. O grupo radical advertiu os Estados Unidos contra ataques à Al-Qaeda.

, O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2011 | 00h00

O diplomata, um oficial de segurança de baixo escalão identificado como Hassan al-Qahtani estava a caminho do consulado quando foi alvejado por quatro homens armados, a 60 metros do prédio. Quatro tiros foram disparados e um deles atingiu o diplomata na cabeça, disse o policial Iqbal Mehmood, de Karachi.

Na semana passada, agressores não identificados lançaram duas granadas contra a mesma representação diplomática. Ninguém ficou ferido. O Taleban e a Al-Qaeda prometeram retaliar a morte de Bin Laden. Ele era inimigo declarado da família real saudita por causa do apoio do país aos EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.