Diplomata visitará emissoras árabes para melhorar imagem dos EUA

Uma das mais importantes funcionárias do Departamento de Diplomacia Pública dos Estados Unidos, Karen Hughes, se encontrará esta semana com membros da Al-Jazira, a rede de televisão árabe que freqüentemente enfrenta acusações de produzir reportagens falsas e inflamatórias. Ela também planeja conversar com funcionários da Al-Arabia, outra emissora importante no mundo árabe.Keren se encontrará com os funcionários da Al-Jazira em sua sede, no Qatar. A emissora é freqüentemente a primeira a receber comunicados de organizações terroristas, em particular de Osama bin Laden. Aliado dos EUA, o governo do Iraque baniu as transmissões da rede de TV no país em agosto do ano passado. No Qatar, ela também participará de um fórum islâmico e conversará com líderes do país. A segunda escala da viagem será em Dubai, onde a americana se reunirá com funcionários da Al-Arabiya, em sua sede. A Al-Arabiya é considerada mais equilibrada que a Al-Jazira. Nas reuniões com as duas emissoras ela discutirá reportagens em que acredita ter havido relatos injustos. A principal tarefa de Karen Hughes é melhorar a imagem dos Estados Unidos no mundo muçulmano. Ela visitará a região em uma momento em que muitos muçulmanos estão revoltados por causa das charges do profeta Maomé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.