Diplomatas dos EUA visitam avião retido na China

Diplomatas norte-americanos visitaram hoje os 24 tripulantes do avião-espião da Marinha dos EUA que está retido desde domingo na ilha de Hainan, no Sul da China, depois de uma colisão com um caça chinês. Os tripulantes do avião continuam detidos. A visita de hoje foi o primeiro contato que a China permitiu entre representantes dos EUA e os tripulantes do avião.Fontes do Pentágono disseram que os chineses retiraram equipamentos do avião, um EP3 Aries II usado para espionagem eletrônica. Mas o secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, disse que essa informação não foi confirmada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.