Benoit Tessier/ Reuters
Benoit Tessier/ Reuters

Direita vence 2º turno nas eleições municipais na França

Pesquisas apontam que o Partido Socialista perdeu terreno para os conservadores

O Estado de S. Paulo,

30 de março de 2014 | 17h37

PARIS - Pesquisas de boca-de-urna apontam que o Partido Socialista, do presidente François Hollande, perdeu terreno para os conservadores no segundo turno das eleições municipais na França.

Os levantamentos mostram que a União para um Movimento Popular, partido de centro-direita, retome o controle de cerca de cem prefeituras. As pesquisas apontam também que a Frente Nacional, partido de extrema-direita contrário aos direitos de imigrantes, conquistou o poder em quatro cidades depois de uma vitória simbólica na cidade de Henin-Beaumont, no norte do país, no primeiro turno realizado no fim de semana passado.

Outra marca dessa eleição é a baixa adesão ao pleito, estimada em não mais do que 62%, um recorde histórico. "É uma derrota em primeiro lugar para a esquerda. É uma triste noite", disse a porta-voz do governo, Najat Vallaud-Belkacem.

A única boa notícia para Hollande é a vitória da socialista Anne Hidalgo na disputa pela prefeitura de Paris. Ela disputou a eleição com Nathalie Kosciusko-Morizet, da UMP.

Se confirmadas as estimativas, os números refletem a impopularidade do presidente Hollande e sua incapacidade para lidar com os problemas sociais e econômicos da França. "O resultado de hoje é uma bofetada mais severa para os socialistas do que no primeiro turno", disse o ex-premiê conservador Alain Juppé. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
Françaeleiçõesmunicipaisdireita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.